sábado, agosto 29, 2009

Ainda não partiste ja me sinto triste e cheia de saudades, eu sei que tens mesmo de ir e acho muito bem que vas... mas não posso deixar de ficar triste porque sei que não te vou poder ter por perto.
A vida é algo estranho uns dias tão independente outros dias tão dependente .... já não estou habituada a sentir saudades ou a sentir o coração apertadinho..
Entraste na minha vida para arrasar, tudo foi de repente e nem sequer consegui olhar para trás estava demasiado certa que era exactamente o que sonhava e que queria .... claro que continuo a querer e apenas o tempo se pode aliar a nós ... vivemos na cumplicidade do momento do sonho e de um futuro que outrora parecia diferente e hoje nos parece o mais correcto e lógico..
continuo a sonhar só que agora tenho os olhos abertos ... agora as coisas são tão diferentes e tão claras ... trouxe-te para a minha vida da maneira como nunca ninguem entrou ... não te abri a porta dei-te a chave da minha vida, espero que a utilizes bem e que faças dela a tua também ... vou sentir imensas saudades tuas mas sei que vais voltar logo logo.....
Vou esperar por ti!!

1 comentário:

O Profeta disse...

As cordas de uma viola vibraram
Beijaram os dedos ao tocador
Uma nota fugiu ao encontro da saudade
No refrão a canção tinha a palavra amor

Nunca ouviste a palavra amor
Nunca te encontrou a nota de uma violoncelo
Nunca se rasgou o teu deserto de silêncios
Nunca um som te fez sentir o quanto é belo

Bom fim de semana

Doce beijo